6 de janeiro de 2014

"diz que fui por aí."

escrever bobagens desafortunadas é obra de corações gelados,
esses prontos pra desabafar:
o gelo queima tanto quanto o fogo mas não se propaga, e a falta de amor não é e nem nunca foi positiva, até a dor causada é invejável.
tem gente que quer sentir no corpo todo e não só migalhas imploradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário