10 de junho de 2013

nota do desapego #1

Não sei explicar nitidamente porque a vida nos trata assim, com ponta-pés e depois com band-aids ao invés de deixar sossegado. Se for um tipo de ensinamento, será que vale tanto a pena essas farpas por entre os dedos? Mas aí você vai me dizer: "O que arde, cura", concordo em gênero, numero e grau, mas, hei! Não se esqueça que o que cura não arde, me diga então porque carambolas essas farpas não são servidas como palitos de dente? Indolores e práticos, como há de ser.

Enquanto não há respostas: "Navegar é preciso." (Fernando Pessoa)


Nenhum comentário:

Postar um comentário