11 de abril de 2011

Lá vamos nós, de novo.


Viver. Sobreviver. Morrer. Tudo tão contraditório, que me perco em busca do ser.
Sinceramente, queria mesmo é viver, jogar tudo para o alto, parar de chorar, servir o exercito “limpador de lagrimas”, ser um soldado que não sofresse e só curasse sofrimento. Porém, tudo parece ser tão impossível quando se trata daqueles olhos de lua cheia, hipnotizadores, que me fazem sorrir, tão vivamente. Ilusão. Eu jurei que ficaria, mas você se esqueceu de jurar que não iria embora. Acabou. Ficou tão longe, inesperadamente, virou miragem. Esqueceu-se. O fervor do seu corpo não combinou com o fulgor do meu amor. Desatinou-se. E agora grito-lhe para que ouça meu suplicio. Afinal, ainda existe alguma esperança para mim? Tem que haver, respondeu-me com um ar de “tudo vai ficar bem, você verá, porém eu não estarei aqui para ver”. Estremeço. Tudo pareceu ser tão fácil, que acreditei, porém não foi simples. Vivi. Sobrevivi. Morri.

Pauta para a 19ª edição roteiro do Bloínquês.

6 comentários:

  1. Já acreditei em um "Tudo ficará bem. Vai passar". Acabei ficando um pouco viciada nisso. Não me fez bem, uma parte de mim teve de morrer para eu me livrar desse vicío. Hoje, sou inteira novamente. Espero que você também fique. É difícil, mas espero que consigas!

    ResponderExcluir
  2. o pior é quando não sabemos se é sim ou não, se podemos acreditar que um dia a pessoa voltará ou se ela foi realmente embora para sempre. tudo tão misturado, perguntas sem respostas, é dificil quando estamos diante de uma situação dessa. ótimo texto :*

    ResponderExcluir
  3. Realmente, como vi no final do texto, isso seria um roteiro, né? Imaginei alguém falando isso, GENIAL! Adorei!

    Beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Interessante que começou e terminou com as três mesmas palavras - dá a sensação de estar se fechando um ciclo. Faltou um ou outro acento, mas fora isso, foi um texto bem fácil de identificar-se, quem nunca passou por situação parecida? E aos que não passaram foi deixada a sensação certa do que acontece quando um fato assim ocorre. Só acho que a imagem deveria ter sido um pouco mais aproveitada, explorada. Mas o sentimento, está sim presente, e está aí, para ser sentido por quem lê. Parabéns pelo texto, sempre que gostar, participe da Edição Roteiro. Talento você tem, e é notável. Um grande beijo!

    Avaliação Roteiro - Projeto Bloínquês.

    ResponderExcluir
  6. E o pior que agnt acredita que tudo vai ficar bem: E NÃO FICA! É a vida...viver,sobreviver e morrer. Muitas vezes morrer por dentro e depois renascer, recomeçar, reviver.
    adorei...
    http://senhoritaliberdade.blogspot.com/

    ResponderExcluir