17 de janeiro de 2011

Dear Heart or Cursed Heart.

Querido Coração,
Deveria talvez me dar ao luxo de lhe dizer o quão bom tu és, mas não me darei a vaidade da mentira, digo lhe ou melhor grito lhe as verdades não mais cabíveis dentro de mim através destas palavras por enquanto limpas e escritas nesta carta -não consegui lhe dizer pessoalmente, pois toda vez que gritava o tempo abafava as palavras e deixava só ruídos um tanto inconvenientes.
Posso jurar de joelhos o quanto tentei te odiar, mas você só tornou as coisas mais difíceis. Desculpe-lhe dizer, mas você não serve de cupido.
Penso que a vida seria mais fácil com um taquicardíaco planejável, mas como medrosa sou, não teria coragem de transformar esse pensamento em ato.
Tuas verdades não me machucam, teus venenos não me zonzam e seus planos de maldade, já cuidei de me preparar, se quer saber.
Consigo imaginar quantas apunhaladas você já levou na minha vida - ou sua, não me importo - mas se sentir dó cairei na sua armadilha tão clichê e cruel, aquela de quando eu estiver no meu auge de fragilidade, "misteriosamente" algum amado cruza o meu caminho e mais quinhentos textos apaixonados são escritos...Muito manipulador de sua parte.
Agora, preciso te dizer algumas palavras aqui entaladas...Você sempre me maltratou desde que nasci me fez sofrer e me tornar uma pessoa tão cruel e boa ao mesmo tempo, como consegues?
Não me ensinou a lidar com a dor, e a perda, me fez cair num poço chamado solidão, e me afundar gradualmente.
Tu me fez ser fria como um gelo e quente como um café, mas também a te odiar com o meu mais profundo amor, e agora me faz chorar lagrimas doídas de um passado não mais continuado, isso mesmo, me cansei... Adeus, para sempre, espero...Tentarei agir mais com a razão e esquecer da emoção e todo esse sentimentalismo barato, e então tomarei vergonha nessa face cansada e cheia de lagrimas.

 Pauta para o Bloínquês 27ª edição de cartas -Dear Heart (Querido Coração)

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Quando disseram que o coração funciona como uma "bomba",não sei se tinham a intenção de dizer que ele sempre está prestes a explodir, ou era algo mais anatomico.

    ResponderExcluir
  3. oii!! selinhos para vc..
    http://historiasdepamela.blogspot.com/2011/01/mias-selinhos.html

    ResponderExcluir