19 de janeiro de 2011

Água-morta

eu morro e renasço a cada dia
mas nunca vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário