27 de outubro de 2010

brincando de poeta



Eu queria andar
.
sem desilusões
.
com a poesia em minhas costas
.
e o poeta em minhas mãos
.
amanhã eu volto
.
porque todo filho pródigo
.
acaba voltando para casa
.
se for mentira
.
é que pr'eu voltar o poeta precisa concordar.

3 comentários:

  1. Curti :)

    ahhh, tá tendo um concurso lá no blog e seria divertido se você participasse :)

    Passa lá quando der tá?
    http://rebecarocha14.blogspot.com/

    ResponderExcluir